Categorias
Doces e Sobremesas

Canjica com paçoca

Receita deliciosa, super cremosa e fácil de fazer

É provável que essa canjica com paçoca seja a minha receita favorita. Isso porque eu simplesmente amo o toque que a paçoca dá à canjica. Por aqui, certamente essa é a primeira receita que pensamos na hora de preparar o doce.

Canjica ou Mungunzá

Enquanto uma boa parte do Brasil conhece esse doce como canjica, no Nordeste ele leva o nome de Mungunzá.

Sem dúvida, a base é a mesma, por mais que o segundo, muitas vezes, seja preparado com um milho de mais amarelinho.

Independente do nome, a única certeza que eu tenho é que é bom demais!

Para comer em dias frios

É provável que você tenha o costume de comer canjica na época de são joão. Na verdade, não existe uma boa festa junina sem o doce não é mesmo.

Mas na minha família, também é costume comer essa delícia na semana santa, assim como começar o dia com uma xícara quente quando a temperatura abaixa.

Por isso, por aqui, essa não é uma receita que fica restrita às festas. E meu conselho é, experimentem começar um dia frio com essa delícia bem quente.

Dicas para fazer a canjica perfeita

  • Para começar é muito importante deixar seu milho de molho. Eu particularmente gosto de deixar por no mínimo 8h. Dessa maneira fica muito mais fácil cozinhá-la. Mas não esqueça, descarte completamente a água que você usou para deixar de molho;
  • A panela de pressão te ajuda a preparar de forma mais rápida. Mas, inegavelmente, também é possível fazer em uma panela normal. Porém, pode ser que você precise de mais tempo para que seus grãos fiquem bem macios;
  • O leite condensado adoça e traz textura. Porém, caso você prefira, pode adicionar açúcar também e eliminar esse ingrediente. Dessa maneira, você pode ir dosando no seu gosto. Porém, pode ser que você precise de um pouco mais de tempo para deixar na textura;
  • A quantidade de paçoca é você quem decide. Afinal, você tem que deixar a receita do jeitinho que você gosta! De qualquer forma, no passo a passo eu faço uma sugestão de quantidade;
  • Guarde e vá comendo com calma. Com toda a certeza, você pode ir comendo a sua canjica aos poucos. Minha sugestão é esquentar somente a quantidade que você vai consumir por vez. Caso o caldo tenha engrossado muito, você pode incluir um pouco de água;
  • Cuidado na hora de esquentar no microondas. Inegavelmente é a forma mais prática de esquentar sua canjica. Mas eu te aconselho a usar um pote com tampa, já que os milhos tendem a estourar.

Receita de canjica com paçoca

Canjica com paçoca
 
Tempo de preparo
Tempo de cozimento
Tempo total
 
Com toda a certeza uma das receitas mais gostosas que você já provou. E claro, super fácil de fazer.
Autor: naminhapanela.com
Serve: 8 porções
Ingredientes
  • 300 g do milho de canjica;
  • 600 ml de leite;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 3 paçocas aproximadamente.
Modo de Preparo
  1. Comece deixando o seu milho de molho por no mínimo 8h. Após esse tempo descarte a água e lave seus grãos;
  2. Logo após, leve o milho para cozinhar em 2 litros de água na panela de pressão por aproximadamente 30 min ou até que estejam bem macios;
  3. Em seguida, adicione o leite ao milho já cozido. Quando começar a ferver, adicione o leite condensado;
  4. Por fim, em fogo bem baixo, deixe o creme engrossar bem e só então adicione as paçocas trituradas.
3.5.3251

Mais receitas com paçoca


Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

19 respostas em “Canjica com paçoca”

Camila,

Realmente aqui no Nordeste chamamos de munguzá e que eu sou simplesmente alucinada.Todas ás vezes que vou para casa da minha mãe em Arcoverde(sertão do estado) tem um pessoa muita especial que faz esse carinho em forma de comida para agradar meu paladar.A Dona Expedita(que está em nossa família a há mais de 40 anos)ainda coloca cravo,canela em pau,coco fresco raladinho….é isso

bom dia!!!!!!

Katiana,
menina deve ser uma coisa de louco!!! adoro canjica, munguzá, pode vir q to comendo… seja com paçoca ou só com coco mesmo, ai delícia.
Paty,
eu acho que o amarelo tem o gosto um pouco mais forte e não sei se foi o q experimentei, mas achei um tantinho salgado, lá no fundo…
Maria Tereza,
arrasou nas receitinhas hein???
Ná,
realmente munguzá só aqui mesmo… brigadinha :-D
Vanessa,
nem penso nas calorias para não infartar hahahahahhaa, mas é bom demais… até topo fechar a boca pra não deixar de comer, rs…
Iale,
quando ela fizer manda pra mim um pouquinho :-)
Cris,
eu queria tanto q tivesse frio por aqui, assim poderia fazer mais vezes :-P

Ai que delíciaaaa! Adoro canjica (aqui em SP chamamos assim mesmo! – nunca tinha ouvido falar em “munguzá”…. rs) Amo esse blog! Beijos

Minha mãe faz essa receita há muitos anos lá em Recife, a única coisa diferente é que ao invés de leite ela usa um coco batido com água no liquidificador (leite de coco caseiro) + leite integral.
Tb fica uma delicia :)

Oii! Fiz a receita!

Porém o caldo não engrossou. Talvez se tirar um pouco dos 2L colocados no início, na panela de pressão, fique melhor.
Farei dessa maneira na próxima vez. Mas a dica de coloca a paçoca… adorei! (e coloquei coco ralado também, porque aqui em casa nem todos gostam de paçoca, então esta foi colocada nas porções individuais).
Beijo!

Bom dia a todos, gostaria apenas de colocar o seguinte: em Pernambuco o munguzá não é uma canjica. Canjica é canjica e munguzá é munguzá. Por favor, antes de jogar uma notícia no ar, procurem conhecer a real história para não por nomes errados nas atrações, sejam elas na culinária ou em qualquer outro tipo de serviço. Forte abraço

Lisandro, não entendi… claro q aí canjica é canjica e munguzá é munguzá, mas esses doces tem nomes diferentes em cada região do país e também variações no seu modo de preparo, até pq esses pratos não são encontrados somente em Pernambuco…

Só uma nota: Mungunzá e Canjica são pratos diferentes, comidas diferentes. Não é uma comida que leva nomes diferentes dependendo do lugar, é porque são coisas diferentes mesmo. E mungunzá inclusive tem do tipo doce e do tipo salgado (este último não é tão popular quanto o doce, mas ele existe e é uma delícia).

Oi Sula,
Quando morei no Recife se dava o nome de mungunzá para o que sempre comi como canjica. Mas imagino que realmente possa variar bastante! Já ouvi falar do mungunzá salgado e sou doida pra experimentar <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O que acharam:  

Sair da versão mobile