Categorias
Entradas e Petiscos

bruscheta com toque de alho

no nosso aniversário de casamento fomos conhecer um restaurante italiano famosinho aqui perto de casa… a surpresa da noite ficou por conta de preços amigáveis, atendimento perfeito e principalmente uma comida deliciosa… saímos de lá inspirados sabe… como os italianos são bons nesse papo de comida né?

e inspirados por esse jantar especial e tendo posse de um pão australiano delicioso fui para cozinha preparar bruschetas, que poderiam ser simples pães com tomates, que por acaso eu amo, mas se tornaram especiais por um simples toque que no final você vai ver que faz toda a diferença.

depois de cortar 2 fatias grossas do meu pão e colocar um fio de azeite (naquele esquema da generosidade), fui amassar 1 dente de alho no meu pilão lindão da grife Mercado São José, made in PE, rs… cortei 1 tomate grande em cubos e joguei no meu pilão, juntei a isso uma pitada de sal, umas gotinhas de pimenta e mais um fio de azeite, e dei uma amassada de leve em tudão… ae foi só colocar nos pães, cobrir com uma fatia de queijo, salpicar um tantinho de orégano e levar no forno só para o queijo derreter… e informo alho+ tomate+ pimenta é amor demais…

eu usei um pão chique, e até acho q vale a pena comprar uns pães diferentes de vez em quando, mas vamos combinar q não acontece de no dia a dia termos um pão especial em casa né? por isso é mais do q válido usar o pão francês de todo dia ou até mesmo aquele pão de forma integral q tá ali em cima da mesa e aproveita e minimiza danos né não? rs…

Ps: o rafa depois de experimentar me pediu a receita! rs…

[amazon_auto_links id="34356"]

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

22 respostas em “bruscheta com toque de alho”

mas olha,
pão italiano faz TODA a diferença nesse caso, viu? claro, a gente faz com o que tem em casa, não vai deixar de ser feliz por causa disso, mas é importante vezenquando investir num pão italiano.
e o alho, né? o alho é uma coisa linda, uma coisa boa e uma coisa que O MARIDO ODEIA. a minha vida é dificil.
e mais: bora comercializar pras pessoas de longe essas coisas do mercado sao josé?

é verdade Telma, o pão faz uma super diferença sim, e vale muiiitttooo investir em um pãozinho diferente!!!
menina coitada de vc, marido odiar alho, ô tadinha…
mercado são josé é tudo de bom, rs…

Ficou com uma graça e com a cara mega apetitosa…
Vc comprou o pão ou fez? Eu tentei fazer essa receita em casa mas ficou um super dura! Não sei onde errei.. Comprei fermento novo e vou testar novamente, se não der certo e ficar mais durinho vai virar bruschettas! hahah ou torradas!

Socorrooooo!!! Alguém me indique uma cura para desviciar deste site??? Mulher, eu tive a manha de ler TODAS as tuas receitas….rs…todas as 72 páginas…e posso dizer? amei todasssss…algumas já estão no caderninho e outras estão marcadas no favoritos para ocasiões very special…
Nega, tu é tudo de bom…tu e teu marido ‘mãos de fada’, super parabens pelo blog, e por vc ser tão inspiradora!
beijão Meire

Olá!!!!!!!!!!!
Acabei de fazer estes bruschetas….hum hum hum OTEMAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Capricheei um pouquinho MAIS no alho, mas o que resgatei mesmo foi meu “pilão”, tadinho tão abandonado…… só uso para fazer ALICHELLA………..boas por sinal……………!!!!!!!
Bom…… voltando as bruschetas…………… DELICIA!!!!!
Fiz com o bom e velho ” pão frances”, ja meio molinho mas……………… ficaram divinas….
Ainda bem que namorido tb. gostou e comeu.. kkk por causa do alho q/ caprichei e MUITTOOOOOOOO!!!!
Seu pilão é by Mercado São José, outra delicia de Mercado, mas o meu. é by 25 de Março, mas o bom de tudo isso é o prazer em fazer e resgatar coisas que acho o Maximo, UM PILÃO….. ahh. tudo de bom
Obrigada por compartilhar……………….

Bjs.

Cláudia Filardi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile