Roteiro gastronômico na Toscana

De fato fazer um roteiro gastronômico na Toscana é uma experiência incrível para incluir na lista do que fazer pelo mundo.

A região além de ter vistas belíssimas, assim como cidades históricas imperdíveis, reúne também uma culinária bastante peculiar. Sem dúvida você vai comer e beber muito bem enquanto conhece essa região da Itália.

O que comer e beber na Toscana

Sem dúvidas, você já está pensando em massas e vinhos. Mas preciso te contar que a região reúne bem mais do que isso.

Certamente você vai encontrar vinhos incríveis, incluindo o Chianti e os famosos (e caros) vinhos de Montalcino e Montepulciano. Mas de fato, se você é amante de cerveja artesanal vai poder se deliciar com extrema qualidade e variedade.

Em relação a comida, inegavelmente vai ter diversas opções de massas incríveis. Mas fomos avisados por um morador local, que essa não é bem a especialidade da região, que aposta em carnes, embutidos e trufas. Não é a toa que você vai comer a bisteca a fioretina e se deliciar <3

Além disso, a região concentra grandes plantações de olivas, dessa maneira, se prepare para se deliciar com deliciosos azeites.

Onde comer na Toscana

Aqui, vamos reunir algumas dicas de lugares para comer pelas cidades que passamos: Florença, Chianti, Siena, San Gimignano, Lucca, Pienza, Moltelpuciano e Montalcino.

É uma viagem para fazer com calma. Nosso roteiro foi feito em 10 dias e ficou aquele gostinho de quero mais.

Florença

Sem dúvidas uma das minhas cidades favoritas do mundo. E certamente, seria a minha escolha caso não tivesse tempo para percorrer a Toscana. Eu fui a cidade há alguns anos atrás e prometi voltar, e confesso que a 2ª vez foi tão encantadora como a primeira.

Vem anotar onde se deliciar:

  • Mercado Central: Confesso que as 2 vezes em que estive na cidade, foi nesse local que voltamos mais vezes. Dos mercados que fui pelo mundo, com toda a certeza, esse é o meu favorito. Os restaurantes mudam de tempos em tempos, então não consigo indicar um local específico. Mas tudo que comi lá foi delicioso: pizza, pães, queijos, massas e principalmente canolis. E claro, vale super a pena visitar o mercado no andar térreo, que só funciona durante o dia. É uma delícia ver os alimentos frescos!
  • Trattoria Alfredo: Entramos nesse restaurante sem querer quando nos perdemos pela rua da cidade e sem dúvidas foi amor a primeira vista, já que nos apaixonamos pelo lugar antes mesmo de experimentar a comida MARAVILHOSA. O macarrão a bolonhesa é de fato um dos melhores que já comi. E na hora de escolher a sobremesa você vai escolher numa mesa recheada de delícias.
  • Gelateria Perchè No: Itália tem gosto de gelato. E certamente aqui você vai ter dúvidas sobre o sabor que você vai escolher.
  • Quer beber cerveja artesanal? Temos 2 dicas: Além de achar ótimas opções nos bares do mercado central, você pode se deliciar na Fermento Food & Beer que fica bem no centro e na Archea Brewery que fica um pouco afastada, mas vale super o passeio.
  • Caffé Rosano: Seu hotel não tem café e você quer uma opção gostosa e sem ser caríssima? Se delicie com esse lugar. Capuccino delicioso e um croissant com creme de baunilha e nutella de comer rezando.

Chianti

Se você nunca ouviu falar, é nessa região que se produz um dos vinhos italianos mais gostosos que existem (na nossa humilde opinião). É uma região com inúmeras vinícolas e por isso, as opções para visitar algumas delas não vai faltar.

Além disso, há inúmeros produtores de azeite.

Aqui, reunimos alguns locais que vale a visita nos arredores da região:

  • Antica Macelleria Falorni: Se você ama embutidos e vinhos, certamente esse é o seu lugar. Além de uma infinidade de salames, presuntos e queijos, aqui você pode provar diversos vinhos da região no sistema poor (você paga um valor por mL). Além disso, no local você pode comprar delícias para levar para o seu hotel ou airbnb. Minha única dica é: não invista na lasanha, passa longe de ser incrível.
  • Brasseria del Grifone: Caso Volterra esteja no seu roteiro, não deixe de provar as cervejas desse lugar (a Itália é um grande produtor de cervejas artesanais). Além disso, o hambúrguer feito no sous vide é de comer rezando.
  • Gelateria Dondoli: Sem dúvidas, os gelatos italianos são um caso de amor a parte. Em San Gimignano, não se acanhe de enfrentar a fila e se deliciar com os sabores dessa gelateria. E, é provável, que você ainda se divirta com o simpático proprietário.
Sorvete delicioso e se você der sorte esbarra com o dono super simpático da Gelateria Dondoli.
  • Il ristoro di lamole: Inegavelmente esse foi o restaurante mais romântico de toda a viagem. Chegamos cedo para o jantar e pegamos um entardecer lindo nas montanhas da Toscana. Além disso, nos deliciamos com um incrível macarrão com trufas frescas. E o melhor, com um ótimo custo benefício.
  • Dário Doc: Se você já viu Chef´s Table na Netflix deve ter se deliciado com o episódio do açougueiro Dario Cecchini. Dessa maneira, estar no restaurante mais acessível dele te dá um gostinho de como deve ser a experiência completa.

Vinho Chianti

Para quem ama vinho e quer conhecer um pouco mais sobre o famoso Chianti, sem dúvida indicamos uma visita ao Castelo de Brolio que pertencia a família que criou a base desse tipo de vinho. Pouco antes de chegar no castelo há uma loja onde você conhece alguns rótulos da vincula.

Além disso, uma visita ao museu da Casa Chianti é quase imperdível.

Da mesma forma, vale super a pena visitar algumas das inúmeras vinícolas do local. Nós preferimos nos aventurar em uma bem pequena, bem familiar e amamos a experiência. Nossa escolha foi a Azienda Agricola Brogioni e nosso tour ainda contou com uma harmonização com queijos e azeites.

Não deixe de visitar uma das inúmeras vinículas da região de Chianti.

Vale D´Orcia

Sem dúvida, se você vai fazer um tour completo pela região da Toscana, não vai abrir mão de passar alguns dias nessa região.

Certamente foi nessa região que nos apaixonamos por uma cidadezinha chamada Pienza, que indico fortemente você não deixar de fora do seu roteiro.

Caso você vá passar pela região, nós indicamos:

  • Trattoria Latte di Luna: Certamente o melhor tiramisú que já comi na minha vida. Um restaurante cheio de italianos, com comida caseira, sem luxo e certamente, divina;
  • Prosit: Escondido em uma rua de Pienza, esse local reúne opções deliciosas de cervejas artesanais, vinhos e comidinhas para você perder a hora.
  • Locanda Cicolina: De fato uma experiência que vai fazer você se sentir na Toscana. A varanda tem uma vista incrível e a comida é uma delícia.
  • Azienda Agricola CasaGori: Se você conseguir agendar um tour neste local, será extremamente bem recebido pelo super simpático Mateo. Lá ele produz cerveja, vinho, massas e até azeite.
  • Poggio Alloro: Certamente depois de vermos esse vídeo, prometemos que se fossemos para a Toscana não poderíamos deixar de viver essa experiência. Sem dúvidas, é um programa para não deixar de fora.

Top 5 coisas para fazer na Toscana

Com toda a certeza, nossas dicas são só uma pequena parte do que você pode fazer nessa região da Itália. Mas sem dúvidas, se pudéssemos elencar 5 coisas que você precisa experimentar na região, elas seriam:

  • Sem dúvida, começamos essa lista com: prove o máximo de vinhos que conseguir. Os Chianti são ótimos e não podemos esquecer os famosos vinhos de Montalcino e Montepulciano;
  • Além disso, experimente todos os gelatos que puder.
  • Não deixe de incluir a bisteca fiorentina na sua lista. Mas, sem dúvida, vá para essa refeição com bastante fome.
  • Dê uma chance para as cervejas artesanais. Como falei anteriormente, a Itália é um país que tem se destacado nesse tipo de produção e possui opções incríveis.
  • Por fim, não esqueça das pizzas. Confesso que ainda não comi nenhuma ruim estando na Itália.

DICA EXTRA: Se puder, tente se hospedar em um local com cozinha. Inegavelmente foi uma das experiências mais legais da nossa viagem, isso porque os mercados possuem opções deliciosas de ingredientes que nos fizeram preparar uma refeição simples, mas perfeita.

Dicas de hospedagem e experiências em Amsterdam

Reservando seus hotéis através dos links abaixo recebemos uma pequena comissão e dessa forma, você nos ajuda a manter a nossa produção de conteúdos. Para acessar basta clicar no nome de cada local.

  • Hotel Bencidormi em Florença: A localização é bem perto do centro histórico e da estação de trem, super confortável. Os quartos não são tão grandes, mas quem vai querer ficar trancado no quarto enquanto está em Florença?
  • Opções em Greve di Chianti: Infelizmente o hotel que nos hospedamos fechou as portas, mas deixo o link com algumas opções na cidade. Lembrando que a maioria deles ficam mais distantes dos pontos turísticos e é uma região, onde o ideal é estar de carro para conhecer;
  • Agriturismo Podere San Gregorio em Pienza: certamente foi uma das nossas cidades favoritas. E não poderíamos ter escolhido lugar melhor para ficar. Hospedados na casa de uma família, pudemos perceber como os italianos são queridos. No quarto tinham mimos e pudemos provar os vinhos que eles mesmo preparam. Sem contar que fica super perto do centro da cidade;
  • La Chiusa delle Monache: o hotel não fica no meio do centro histórico, mas é possível andar alguns minutos e estar dentro das muralhas da cidade medieval. Além de super confortável, tinha um café da manhã delicioso.

Quer mais dicas do que comer pelo mundo?


Não perca essa receita! Salve no seu Pinterest

Roteiro gastronômico na Toscana

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário para essa receita. Seja o primeiro :)

Anterior
Salada de atum com feijão
Roteiro gastronômico na Toscana

Política de Privacidade