Categorias
Dicas de cozinha

Dicas para o churrasco perfeito

Os melhores truques para fazer um churrasco impecável

Nesse post reunimos 12 dicas para fazer o churrasco perfeito. Com toda a certeza depois disso você nunca mais vai errar o ponto da carne.

E mais confira as melhores sugestões de acompanhamentos para deixar o seu churrasco ainda mais perfeito.

1. Quando começar o churrasco

Antes de mais nada, o primeiro passo é saber o momento certo de começar o seu churrasco. Até porque, o ideal é que você tenha a brasa bem quente antes de começar a preparar seus quitutes.

Dessa maneira, o ideal é acender o fogo pelo menos 40 minutos antes do momento que você vai efetivamente começar a grelhar seus ingredientes.

Além disso, é muito importante escolher bem a forma que você vai acender o fogo. Nunca utilize combustíveis como gasolina ou querosene, porque além de trazer um sabor desagradável à carne, não é nada saudável. O ideal é utilizar acendedores a base de álcool que evaporam rápido, da mesma maneira que também pode-se usar um pequeno pedaço de papel toalha embebido em um pouco de óleo de cozinha.

Logo após acender o fogo, aguarde até não ter mais chamas e formar uma brasa forte e brilhante. Isso pode levar de 15 a 30 min, dependendo da qualidade e quantidade de carvão. Por esse motivo, tenha paciência, você quer um calor extremo e uniforme para fazer o churrasco e não chamas que vão deixar seus alimentos com partes queimadas e carbonizadas.

2. Controle o fogo para um churrasco perfeito

Inegavelmente é muito importante controlar o calor da sua churrasqueira! Utilizar um abanador ou soprador manual vai te ajudar a levantar o fogo novamente quando for preciso adicionar mais carvão para manter sua brasa ativa.

Se você não tem um termômetro como esse, uma dica simples é colocar sua a mão à 5 cm de distância da grelha e contar quantos segundos você consegue suportar de maneira confortável, seguindo os tempos abaixo:

  • 6 segundos = Calor baixo
  • 4 segundos = Calor médio
  • 2 segundos = Calor alto

Outra técnica para controlar o calor que cada peça de carne vai receber, é dividir a churrasqueira com metade da brasa de um lado e a outra metade sem brasa. Dessa maneira você poderá movimentar os alimentos na grelha ou espeto e escolher o calor que você quer aplicar nas carnes.

3. Como saber o ponto da carne

Ponto da carne só existe um. O certo!

Brincadeiras à parte, para que sua carne tenha todo o potencial de sabor, textura, maciez e suculência é importante que seja preparada da forma correta. Para isso, no caso da carne vermelha mais usadas em churrascos, o ideal é que seja ao ponto ou dependendo do corte, até mesmo mal passada. Mas como gosto cada um tem o seu, vamos te ajudar a preparar do jeito que você mais gosta.

Pra quem busca precisão, existem vários modelos de termômetros digitais que irão te ajudar a saber a temperatura da churrasqueira, assim como do interior da sua carne. Confira abaixo como identificar o ponto através da temperatura da sua carne:

  • Selada: 46º a 49º C.
  • Mal passada: 52º a 55º C.
  • Ponto para menos: 55º a 60º C.
  • Ao Ponto: 60º a 65º C.
  • Ponto para mais: 65º a 69º C.
  • Bem passada: 71º a 100º C.

Lembrando que carnes como frango e porco devem sempre ser servidas bem passadas.

Caso não queira investir em um termômetro, você pode fazer um simples teste da consistência da sua carne. Para isso, encoste as pontas do polegar e indicador e, com a outra mão, pressione a área ao lado do polegar; se a consistência da carne for parecida, ela está mal passada. Se a textura for mais parecida com a união dos dedos polegar e médio, está ao ponto. E com a união do dedo anular e o mindinho, você vai saber quando está começando a ficar mais passada.

4. Porque é importante fazer fumaça?

Certamente, você pode fazer churrasco de diversas maneiras, usando carvão ou madeira como fontes de combustão, com calor direto ou indireto, com a carne envolta em papel alumínio ou celofane, entre outros.

Mas, inegavelmente, churrasco bom mesmo, tem que ter fumaça, pois é ela que vai realmente trazer o sabor tão característico desse preparo. A fumaça é mais um ingrediente do churrasco.

Dessa maneira, você pode adicionar ainda mais sabor ao seu preparo se utilizar a mesma para defumar levemente seus ingredientes. Por exemplo, você  pode usar raspas de madeira de árvores frutíferas para abusar do sabor que a fumaça vai trazer pro seu churrasco. Elas tem menos impurezas e um sabor suave.

É provável que você encontre com mais facilidade raspas de macieira e cerejeira que são ótimas opções para carnes vermelhas. Já as raspas de carvalho funcionam muito bem com peixes e carne de porco.

Como usar as madeiras para trazer mais sabor

Da mesma maneira que você pode usar um pedaço do tronco da madeira no meio do carvão durante todo o preparo, pode também adicionar raspas à sua brasa para gerar a fumaça em um momento específico.

Caso vá utilizar as rapas de madeira a dica é deixar metade da quantidade que irá utilizar de molho na água antes de colocar na brasa. Dessa forma você vai ter fumaça na sua churrasqueira por mais tempo, diminuindo a necessidade de alimentar o fogo com raspas por várias vezes. 

5. Maneira correta de usar o sal grosso e dicas para marinadas

Nunca adicione sal grosso à sua carne com antecedência. Dessa maneira você não só evita que fique excessivamente salgada, como também impede que o sal puxe toda a suculência da sua carne deixando a mesma seca.

Uma outra opção é grelhar a sua carne sem sal nenhum e após retirar do fogo, temperá-la com sal de parrilla.

Você pode fazer o seu próprio sal de parrilla moendo o sal grosso até que ele fique com uma textura bem fina. Além disso, pode adicionar mais sabor misturando a ele pimenta, ervas secas, assim como outros temperos secos como páprica e até mesmo alho e cebola em pó.

Já a marinada é geralmente usada para temperar carnes de frango e porco, além de alguns cortes de carne de longa cocção. O ideal é que sua marinada fique em contato com a carne por algumas horas e dependendo do preparo até mesmo pode ser feito na noite anterior do churrasco. Dessa maneira você vai garantir mais sabor em todos os pedaços da sua carne. Além disso, você pode guardar um pouco dessa marinada para pincelar nas carnes enquanto estão no fogo, o que adicionará mais suculência e sabor ao seu preparo. 

6. Não fique mexendo na sua carne o tempo todo

Com toda a certeza, você não precisa ficar mexendo o tempo todo nas suas carnes para deixá-las perfeitas.

Uma dica é, colocar um pedaço de carne na grelha ou espeto, e só virar a mesma após ela começar a suar na parte de cima. Essa é a garantia de que o interior da carne está recebendo calor e a parte de baixo já está selada.

Além disso, evite furar a sua carne ou linguiça durante o preparo. Qualquer ação que rompa o selamento do alimento que está no fogo, fará com que ele fique ressecado. 

7. Porque deixar sua carne descansando antes de comer?

Se você já corta suas carnes no momento exato que saem da brasa é provável que você não esteja aproveitando todo o seu sabor e suculência, já que, possivelmente, todo o suco da carne vai ficar na sua tábua de corte.

Dessa maneira, assim que remover a carne da churrasqueira espere de 1 a 5 minutos para cortar. Esse tempo pode variar de acordo com a o tamanho da peça de carne. Mas certamente esses poucos minutos permitirão que os sucos da carne se espalhem por toda a peça, evitando que ela fique seca. 

8. Vegetais na brasa são deliciosos

Nem só de carnes se faz um bom churrasco!

Certamente a brasa traz sabores incríveis aos legumes e vegetais, que podem ser ótimos acompanhamentos para a sua carne. Cebola, abobrinha, pimentões, alho, batatas, cenoura, berinjela e alho poró são somente algumas das opções que você pode grelhar.

Para prepará-los, nossa dica é que fatie em pedaços não muito pequenos e leve para grelhar até formar uma crosta dourada neles. O tempero fica à seu critério, mas certamente ficará delicioso unicamente com sal e pimenta.

9. Quais os acessórios você precisa para fazer o seu churrasco?

Ter os acessórios certos ajudam muito na hora de fazer o seu churrasco. Para começar, é extremamente importante ter uma boa faca e uma tábua de corte. Sem isso, seu trabalho vai ser bem difícil.

Além disso, quem nunca passou raiva com uma linguiça ou hambúrguer que caiu na brasa entre as grelhas?  Para isso, ter uma pinça para pegar os alimentos pode ser muito útil.

Caso você goste de preparar peixes, investir em uma esteiras de silicone própria para esse uso, pode te ajudar a otimizar esse preparo.

Assim como, panelas e tabuleiros furados são ótimos para preparos de legumes e vegetais na brasa.

10. Como fazer espetinhos perfeitos

Se você é adepto de preparar o churrasco em espetinhos, 2 dicas podem ser super úteis para você:

  • Cuidado com o tempo no fogo. Como os pedaços de carne são menores, o tempo de preparo também será. Fique de olho para não passar do ponto;
  • Caso vá utilizar espetinhos de madeira, deixe os mesmos de molho na água antes de colocar os pedaços de alimentos. Dessa forma eles não ficam queimados no final do processo. Uma opção é utilizar os espetinhos de aço inox, como esse.

Sugestões de receitas para acompanhar seu churrasco

E para esse momento ficar ainda mais incrível, um bom acompanhamento faz toda a diferença. Abaixo deixamos algumas dicas de receitas que ficam perfeitas no churrasco:

Não perca essas dicas! Salve a imagem abaixo no seu Pinterest para conferir sempre que quiser.

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

Ver arquivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.