fbpx

Receita vegana na área!

Oi, se eu estou aqui (se você ainda não me conhece: prazer, Isa!), isso significa que a receita é vegana. Aliás, uma segunda feira por mês eu bato ponto aqui, não sei se você já percebeu. Inclusive, hoje vou compartilhar com vocês uma das minhas receitas favoritas, que é um queijo cremoso de castanha.

Uma receita vegana de babar!

Esse queijo cremoso de castanha de caju é incrível! Além de ser uma opção vegana mais leve que o queijo animal, é super gostosa e perfeita para gratinar.

O queijo fica suuuper cremoso e pode ser consumido no sanduíche, pizza, hambúrguer, lasanha, torta, etc. Onde sua imaginação mandar! Não precisa ir ao forno, mas na minha opinião torna o queijo ainda mais especial. Desde que comecei a fazer esse queijo sou apaixonada, nunca fiz nenhuma receita melhor para gratinar.

Queijos vegetais

Existem várias opções de queijos vegetais, tanto industrializadas como caseiras, como essa. Embora nem todo mundo entenda porque veganos não comem só salada (rs), as pessoas normalmente não param de comer queijo porque não gostam do sabor, afinal a nossa luta é por um mundo mais justo para os animais. E é aí que entram os queijos vegetais! Eles não são iguais aos queijos animais, não tem a mesma textura e nem sabor, mas tem caraterísticas parecidas e esse queijo cremoso de castanha, por exemplo, é uma ótima opção de substituição.

Embora não seja uma opção que eu consumo no meu dia a dia, acho gostoso fazer de vez em quando, principalmente quando quero comer pizza. Inclusive, é bom deixar claro que uma alimentação vegana não precisa ser monótona nem sem diversidade, pelo contrário!

Anota a receita:

Queijo cremoso de castanha
 
Autor: naminhapanela.com
Ingredientes
  • 1 xícara de castanha de caju natural (não torrada) sem sal
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 xícaras de água + água extra para demolho
  • ¼ colher de chá de alho em pó
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã
  • 2 colheres de sopa de nutritional yeast (opcional)
  • 1+ ½ colher de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de polvilho doce
  • 2 colheres de sopa de polvilho azedo
Modo de Preparo
  1. Deixe as castanhas de molho na água (8 horas em água fria, 1 hora em água quente ou ferva por 15 minutos), dessa forma ficam bem macias para bater
  2. Em seguida, escorra as castanhas e coloque no liquidificador com os demais ingredientes
  3. Bata bem por 2-3 minutos ou até ficar um creme lisinho
  4. Leve ao fogo médio mexendo sempre por 5-6 minutos ou até engrossar
  5. Por fim, armazene em pote limpo e bem vedado dentro da geladeira

Algumas observações:

Caso você queira fazer uma porção menor para provar, pode fazer meia receita.

O queijo dura em média 5 dias na geladeira e pode ser congelado. Para usar, primeiro deixo descongelar em temperatura ambiente. Assim que descongelar, aqueço em uma panela com um fiozinho de água mexendo sempre com a finalidade de voltar à textura original. Desse modo, o queijo fica cremoso novamente.

Se não tiver polvilho azedo, pode fazer só com o doce e vice-versa (mas o ideal é usar os dois). A castanha pode ser substituída por semente de girassol ou amêndoa, todavia já te adianto que o melhor resultado é com a castanha de caju porque o sabor dela combina melhor, na minha opinião.

O nutritional yeast (ou levedura nutricional) é um ingrediente que ajuda a dar um sabor leve de queijo. Não precisa comprar só para fazer esse queijo, já fiz várias vezes sem e fica gostoso também.

Uma ideia legal é pedir pizza sem queijo e adicionar o queijo em casa e, depois disso, levar para gratinar rapidinho. No entanto, se você quiser fazer sua própria pizza (que é ainda mais legal), aqui no blog tem uma receita de pizza perfeita e aí você usa o seu queijo vegetal caseiro e delicioso :)

Ahhh me diz que vai fazer? Depois que fizer, posta lá no Instagram e marca a gente! @to_comendo e @naminhapanela. Dessa forma, a gente consegue saber que você fez e ver a carinha do seu queijo cremoso de castanha.

Por fim, no meu site tem algumas outras receitinhas de queijos vegetais, te convido a ir lá conferir (aproveita para dar uma olhada nas outras receitas porque tem bastante conteúdo legal lá).

Confira todos os meus posts no naminhapanela, clicando aqui!

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que acharam:  

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comments
  • DIVINA VENÂNCIO
    julho 6, 2020

    Acho que não era isso que vc queria escrever…tem algo confuso aqui:” “…não precisa ser monótona nem diversificada, pelo contrário!” Ou fui eu que não entendi?

    • Isa
      julho 9, 2020

      Oi Divina. Verdade, eu me confundi hahaha
      Obrigada por avisar :) Um beijo!

  • Pousada na Praia do Rosa
    julho 14, 2020

    parece ser bom

  • Isabel Passos
    agosto 23, 2020

    Eu faço queijo cremoso de castanha de cajú, depois de hidratar entre 8h a 12h, batendo o cajú, previamente escorrido, com vinagre de maçã, água, sal e alho ou orégano, o que for da sua preferência. Fica muito bom, porém, acredito que desse jeito saiba mais a queijo, seja uma verdadeira delícia. Aqui, em Portugal, os polvilhos são caros, então evito. Grata pela receitinha. Beijinho no coração.

    • Isa
      agosto 23, 2020

      Eu faço assim também e gosto. Mas esse fica incrível para pratos quentes e principalmente gratinados. Eu costumo comprar os polvilhos no Pingo Doce. 500g custa €2,50 em média e pra fazer esse queijo rende demais, porque usa pouquinho por vez :)
      Beijo, querida!

Anterior
Canjica de leite de coco
Queijo cremoso de castanha