fbpx

O que é jejum intermitente

Quero Comida de Verdade

Tudo que você queria saber sobre o assunto em um post

Já se perguntou o que é jejum intermitente que tanto tem se falado? Esse assunto, inegavelmente, “tá na moda”, mas é algo praticado há muito tempo.

Se buscarmos informações na história, veremos que nem todos os alimentos estavam disponíveis o ano todo e nossos antepassados não tinham comida à vontade 24 horas por dia.

Talvez você ainda conheça o jejum como uma dieta do momento, mas se você pesquisar sobre o assunto buscando fontes seguras, escritas por profissionais capacitados, que usem informações baseadas em artigos científicos, certamente vai entender que o jejum intermitente vai muito além de uma estratégia para perda de peso.

Na verdade a prática do jejum, mesmo que em dias alternados, traz muitos benefícios à saúde. E é por isso que preparei esse material para que, dessa maneira, você comece a saber mais sobre o assunto.

Benefícios do jejum intermitente

O que é jejum intermitente

Os benefícios do jejum intermitente são diversos, como por exemplo:

  1. Ajuda na queima da gordura corporal, já que o corpo usa a gordura acumulada como fonte principal de energia.
  2. Melhora da resistência a insulina. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas
    responsável pelo transporte da glicose para dentro das nossas células. O estímulo excessivo à secreção de insulina pode levar a uma resistência ao hormônio, o que pode ocasionar o acumulo de gordura e o desenvolvimento de diabetes e pré diabetes.
  3. Pode melhorar a sensibilidade a leptina e melhorar os níveis de grelina, ambos
    reguladores da fome e saciedade. Ou seja, ajuda a diminuir o apetite, principalmente de forma compulsiva por carboidratos refinados e doces.
  4. Aumenta muito a produção do hormônio do crescimento (GH), que é importante para
    garantir a perda de gordura, ganho e manutenção de massa magra e aumentar a
    longevidade. Para mim, esse é um dos melhores argumentos para incentivar a prática do jejum! Já existem estudam que mostram um aumento do GH de até 2000% em homens e 1300% em mulheres.
  5. Diminui a oxidação e inflamação das nossas células causadores de doenças. Quando falamos de oxidação das células nada mais é do a redução das funções das nossas células, dessa maneira, nos levando a adoecer. Ou seja, diminuir o processo de oxidação significa retardar ou evitar o adoecimento.
  6. Melhora do sistema imunológico, devido a diminuição dos processos oxidativos
    citados anteriormente.
  7. Promove a autofagia – mecanismo do organismo de eliminar células que devem ser
    descartadas por não estarem mais funcionando perfeitamente. Essa eliminação de células é importante para que a renovação celular aconteça.
  8. Diabetes tipo 2 pode ser prevenido e/ou controlado. Além disso, já existem estudos que provaram que os sintomas de Diabetes tipo 1, o tipo dependente de insulina, pode ter os sintomas muito minimizados, já que pode haver uma regeneração parcial do pâncreas.
  9. Traz benefícios para pacientes com doenças cardíacas, com redução dos riscos e
    agravamento dos sintomas, inclusive redução da pressão arterial.
  10. Melhora a eficiência das mitocôndrias (parte das células responsáveis pela produção
    de energia). Mitocôndrias eficientes oxidam mais gordura, ou seja, faz com que utilizemos mais gordura como fonte de energia e previne muitas doenças, entre elas
    doenças cerebrais, cardíacas, musculares.
  11. Previne doenças degenerativas cerebrais, doenças neurológicas como Parkinson,
    Alzheimer e outros níveis de demência devido à produção estimulada de proteínas
    derivadas do cérebro que estão relacionadas ao desenvolvimento, fisiologia e
    patologia do nosso sistema nervoso, além de terem papel importante em processos
    relacionados à memória e ao aprendizado.

Como funciona o jejum?

Antes de mais nada, eu indico que todos que queiram começar a fazer o jejum, busquem orientação de um nutricionista. Além disso, o jejum não deve ser praticado por crianças, gestantes, assim como por diabéticos usando medicamentos e insulina.

Essa prática é recomendada para adultos saudáveis, que já realizem uma alimentação equilibrada, pratiquem exercício físico regularmente.

Dito isso, vamos  lá!

Para começar a praticar o jejum intermitente, você deve começar limitando a sua janela de alimentação do dia, ou seja, se você fizer um jejum de 14 horas, sua janela de alimentação será de 10 horas.

Durante essas 10 horas você vai se alimentar de 2 refeições ou quem sabe até três dependendo da sua rotina alimentar atual.  Por que isso? Se você está acostumado a realizar 5-6 refeições por dia, ou se alimentar de 3 em 3 horas, pode ser que começar já diminuindo para 2 refeições por dia fique difícil demais para você.

Eu sempre indico que meus pacientes comecem fazendo jejum de 12 horas, incluindo as  as horas de sono, assim vai se mais fácil se adaptar.

Então, quando você perceber que seu corpo já está mais acostumado, você pode começar  a aumentar esse período, colocando o café da manhã mais para frente ou até mesmo eliminando essa refeição.

Mas é importante ter cuidado com o que você come na sua janela de alimentação, não adiantar fazer jejum por 16h, por exemplo, e depois se entupir de fast food.

Por quanto tempo posso fazer o jejum?

Na verdade, você pode incorporar como um hábito na sua rotina diária. Certamente isso trará todos os benefícios que falei anteriormente de foma mais consistente.

Mas, se você acha que é muito difícil incluir na sua rotina, tente fazer em dias alternados dessa maneira, você vai se acostumando.

O que eu posso comer durante o jejum?

O que é jejum intermitente

Na teoria, comer, nada! Porém, você pode ingerir alguns líquidos como:

  • Água, claro!
  • Água com limão;
  • Café sem açúcar;
  • Chás sem açúcar.

Joice Amaro – especializada em nutrição funcional
para mais dicas siga no instagram: @joiceamaro_


Quer saber mais sobre comida de verdade?

Já conhece nosso projeto sobre comida saudável e nutritiva? Nos canais do Quero Comida de Verdade você encontra conteúdo exclusivo pensado para te ajudar no dia a dia.
Você pode fazer parte através dos canais:

 

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 12 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nenhum comentário para essa receita. Seja o primeiro :)

Anterior
Como fazer fermentação longa para pães
O que é jejum intermitente