Categorias
Acompanhamentos Vegetarianas

acelga picante

adoro acelga… primeiro pelo crocante, segundo porque acho que combina com tudo e por último por achar que dá para inventar mil e uma maneiras de prepará-la. E ingredientes versáteis são tudo que há quando você não tem muito tempo para se dedicar a cozinha, mas mesmo assim quer uma coisinha diferente.

desde que fui a um restaurante coreano minha paixão aumentou mais ainda. O delicioso Kim-chi é um fermentado de acelga e cenoura com um toque apimentado que deixam um gostinho de quero mais (se alguém souber mais do que eu sobre isso pode me corrigir galeris).

por isso dia desses em um surto de necessidade extrema de algo diferente resolvi fazer uma acelga levemente picante. não é igual ao Kim-chi mas posso dizer que foi uma licença poética.

comecei lavando bem, bem, bem 200g acelga e retirando a parte da folha (que guardei para misturar na salada), cortei a parte mais branquinha em quadrados grandes e levei para ferver bem rapidinho só para ele dar uma leve cozida. Daí é só escorrer a água e deixar ela secar um tantinho. Enquanto isso você vai refogar 1 colher de sopa de azeite com 1 colher de chá de páprica picante e uma pitada de sal e por fim jogar as acelgas para serem deliciosamente refogadas!

digo logo que ficou crocante e picante no ponto certo. E deu uma graça diferente a comida do dia a dia…

[amazon_auto_links id="34356"]

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

7 respostas em “acelga picante”

Clarice,
pois é depois de ir no coreano procurei as receitas e desisti e aí fiz a versão mais simplesinha, rs…
Helo,
aquilo lá é bom demais, adoro o ritual para comer o burgogui…
Lídia,
Minha inspiração veio justamente desse restaurante aqui em Recife…

Cami,

assim que comecei a ler o post, lembrei logo do coreano e já tava pensando em comentar sobre ele aqui, perguntando se tu já tinha ido lá. Mas continuei lendo e vi que sim :)
Kim-chi é bom demais mesmo, sou apaixonada!

:*

Oi Cami! Descobri o seu site por acaso e passei a segui-lo. Dando uma fuçadinha básica, vi esse seu post sobre kimchi. Imagina minha surpresa, pois sou descendente de coreanos. Kimchi é o acompanhamento básico da culinária coreana, assim como o nosso feijãozinho brasileiro. Mas dá um trabalho fazer… Eu adoro cozinhar, sei fazer muitas coisas, mas o kimchi aqui de casa ainda é minha avó ou minha mãe que fazem. Meu marido, que é japonês, é apaixonado por kimchi. Além da mão de obra, outro problema são os ingredientes, muitos só encontrados em mercerias coreanas… Se você tiver interessada, posso até procurar uma receita e te mandar.
Enquanto isso, tenho uma receitinha que faço quando acabou o kimchi aqui em casa e minhas “fornecedoras” estão em greve… hehe… Não tenho medidas exatas, faço tudo no olhômetro mesmo, mas é muito bom, mesmo como um tira gosto, tomando uma cervejinha (palavras do meu cunhado, grande apreciador de cerveja E tira-gostos…)
Corte uma acelga em quadrados de médios para grandes e reserve numa bacia. Esquente uma mistura de óleo de soja e óleo de gergelim (mais ou menos 1/2 xíc para uma acelga grande). O oléo de gergelim não é muito não, mais para deixar aquele aroma característico. Nesse óleo, dê uma fritada de leve em alho picado e pimenta dedo-de-moça picada. Despeje sobre a acelga e misture. Tempere com sal, pimenta-do-reino, shoyu e vinagre (pode ser generosa no vinagre). Misture bem e deixe descansar até murchar bem. O ideal é deixar “murchando” de um dia para o outro.
Não é kimchi, mas esse sabor azedinho-apimentado é ótimo. Espero que goste. Beijos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile