Categorias
Acompanhamentos Carnes e Aves

baião de dois

lá se vão quase 6 anos morando em Recife. e é impossível estar numa cidade tão rica em sabores como esta e não incluir alguns pratos no seu dia a dia…

cuscuz com manteiga e ovo, bolo de rolo, tapioca, macaxeira com carne de sol, com certeza estão entre os meus preferidos! mas então, fomos nos arriscar no tal do baião de dois, que nada mais é do que arroz com feijão um tantinho diferente e posso dizer, além de ser uma daqueles pratos que se transformam em comida para batalhão, fica uma delícia! comidinha de casa, ou como dizem por aqui, comida de panela, rs…

e é tão fácil de fazer, que tenho certeza que vocês, nos lugares mais diferentes desse país, vão querer se arriscar a preparar essa delicinha.

e o primeiro passo é começar cozinhando 250g de feijão verde deixando ele bem firme (se você não conseguir achar esse feijão na sua cidade, você pode substituir pelo macassa). você pode temperar o seu feijão como quiser, por aqui só usei um pouquinho de sal. o segundo passo (e último, prometo, rs) é começar refogando 1 linguiça calabresa grande cortada em cubinhos e quando ela estiver bem fritinha, vai adicionar 1 cebola grande cortada em cubos, 3 dentes de alho bem amassados e 2 colheres de sopa de manteiga. quando a cebola estiver bem macia, adicione 2 xíc. de arroz (crú ainda), depois só os grãos do feijão já cozido e sal à gosto. aí é cobrir essa mistura com 4 xíc. de água e em fogo médio e mexendo de vez em quando, deixar a água secar e o arroz cozinhar… antes de servir, ainda salpiquei umas cebolinhas por cima e quem quiser, ainda pode colocar uns pedacinhos de queijo coalho…

comidinha simples mas gostosa sabe? família e amigos do RJ, se preparem, porque quando eu tiver por aí, vai rolar um baião de dois, rs…

ps: pode ser que esta não seja a receita original, porque na verdade, foi meio que uma adaptação do que comemos por aí, mas foi feita com carinho e resultou em comida gostosa!

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

Ver arquivo

34 respostas em “baião de dois”

Adoro o blog e vivo experimentando as receitas. Adoro o biscoito de nutella e a torta de maçã com casquinha crocante é um absurdo de deliciosa.
Perguntinha de quem não sabe cozinhar feijão…rs…você cozinhou na panela de pressão?? Por quanto tempo??
Bjão

\o/
o feijão verde não tem necessidade de cozinhar na panela de pressão, porque ele é bem macio, mas se for o macassa pode cozinhar rapidinho ;-)

Oi Cami!!!
Não como carne, por isso tentarei fazer sem a linguiça :P
Mas qdo ainda comia, amava baião de dois!!!! :D
Reforço a pergunta acima sobre o tempo do feijão, até sei fazer (rsrs…), mas como trata-se de tipos diferentes (verde ou macassa), gostaria de saber o tempo aproximado?
Obrigada, bjks!!

carol, o verde é coisa de 20 minutinhos, o macassa se for na panela de pressão, é mais ou menos isso tbm…
mas vc pode fazer sem carne… na verdade, eu acho q o original mesmo é sem carne nenhuma ;-)

camila..gostaria de saber se a linguiça voce tira a pele e aferventa antes de fritar…fico muito curiosa quanto a utilizar os “embutidos”..desculpe pois sei muito pouco de cozinha….. fico muito grata pela explicação bjs Martha

Cami, só de ver essas fotos fiquei com água na boca!
Eu sou de Goiás e agora moro em Fortaleza e o baião é um prato que eu aprendi a amar, sempre como num restaurante perto da minha faculdade. Nunca me arrisquei a fazer, quem sabe com a sua receita eu não me arrisco? :)
Beijos

Querida, eu não entendi uma coisa: a gente deve cozinhar o feijão antes e depois adicioná-lo para cozinhar de novo com o arroz?? Vou fazer essa receitinha no final de semana e se encontrar uma travessa ágata para servir, melhor ainda! bjs

sim, sim… vou até colocar uma obs no post… você deixa o feijão bem durinho, que ele fica mais molenguinho no segundo cozimento ;-)

Realmente baião de dois é muito! Só faltou nessa sua receita o queijo coalho.Pelo menos aqui em Fortaleza,a gente sempre põe queijo no baiao,quase no final do preparo para ele dar aquela derretidinha básica!
Bjs

Na Bahia também acrescentamos o coalho, Danielle, mas de uma forma diferente. Não deixamos o baião secar por completo, quando ainda tem tipo uns 3 dedinhos de água a gente põe o queijos coalho e deixa mais uns 2 min, depois desliga e põe creme de leite misturando bem ele com o baião… hummm fica tão cremoso, só gosto assim. Não como ele seco, não, já me acostumei… rsrsrs.

E eu comi baião misto no almoço, com calabresa e carne de sol, muito bom!
Aqui em Recife tem um restaurante não muito bonito/arrumado, mas a comida é gostosa, chamado Aconchego do Matuto ou apenas Lulinha.

Eu faço uma receita bem parecida com essa mas no lugar do feijão vai lentilha e um cubo de caldo de galinha, o resto é igual. Fica delícia demais… com feijão verde deve ficar tão bom quanto!!!

Oi Cami!
Falando em receitas regionais, que tal voce nos ensinar a fazer a tal da Tapioca? Aqui no sul nao tem pra comprar… beijos.

Se vc fritar junto com a calabresa,paio,carne do sol e charque fica uma maravilha.E não esquecer de colocar manteiga de garrafa no final do preparo!Viiixe mainha…

Moramos em um bairro a 32km da capital de SP, a mais de 1.000m de altitude e hoje está muito frio, com muito vento e chuva – daqui a pouco vai acabar a luz e vamos ficar sem internet… só dá mesmo para cozinhar – e comer! Estou com a panela no fogo com essa receitinha. Ao invés da manteiga, estou usando azeite. Vamos ver o que as meninas e o maridão vão achar deste prato. De sobremesa já preparei o doce fácil de maçã, mas alterei também o leite condensado pois nós particularmente achamos muito doce. Achei uma receita de uma versão de leite condensado sem açúcar facinha de fazer – testado e aprovado por todos aqui em casa. O doce ficou igualzinho ao doce feito com os ingredientes originais. O que gosto deste site, é a criatividade que vocês têm. Eu não tenho criatividade alguma, só tenho boa vontade – e muito amor pela minha família, o que me motiva estar sempre em busca de novidades, práticas principalmente para não ficar grudada no fogão e ter mais tempo para curtir a família! Delícia preparar a comidinha tendo como base suas dicas super-legais, e sentar à mesa – sem o avental, por favor – junto à família para deliciarmos juntos a comidinha feita com muito amor – e o laptop ao lado para não perder a sequencia do preparo! Forte abraço de 15 graus daqui do bairro Aldeia da Serra-SP!

tomara que elas tenham amado… e essa versão do leite condensado sem açúcar deve ser bem bacana…
e fiquei com uma invejinha desse friozinho :-)

Como vc falou Cami, a receita original de baião de dois não leva carne mas fica gostoso com carne de sol ou linguiça. Sou de Pernambuco (Abreu e Lima) mas morei 8 anos em Fortaleza então o baião virou uma especialidade. Hj moro na Bahia e o meu baião faz sucesso com os amigos. É quase igual ao seu só que coloco queijo coalho, requeijão ou os dois e o acompanhamento perfeito é mesmo a carne de sol.

Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.