Categorias
Dicas de cozinha

Dicas sobre cortes de carne bovina

Aprenda mais sobre os cortes de carne bovina

Conheça melhor sobre que cortes de carne são os melhores para cada tipo de preparo e nunca mais fique na dúvida na hora de comprar.

Cuidados na hora de comprar carne

Na hora de comprar a carne, antes de mais nada preste atenção nas seguintes características:

  1. Consistência firme e compacta;
  2. Cor vermelho-brilhante;
  3. A gordura deve ser branca ou amarelo-pálida. Se for muito amarela, é sinal que o animal era velho e, portanto, que a carne é dura.

Qual a quantidade de carne por pessoa?

Para evitar desperdícios, calcule sua compra corretamente. A tabela é esta:

  • Carne sem osso – 175 gramas por pessoa.
  • Carne com osso – 300 gramas por pessoa.
  • Para o churrasco a quantidade aumenta para 500 a 600 gramas se for servida apenas a carne ou 400 a 500 gramas se for acompanhada por saladas, pães,etc .

Antes de ser posta à venda, a carne bovina sofre um processo de maturação, que a torna mais macia e tenra. No mercado existem cortes limpos, embalados a vácuo, e congelados, que podem ser conservados até por 60 dias, sem risco de contaminação. É o tipo chamado de carne resfriada. Às vezes sua cor é escura, o que não significa estrago.

Que tipo de carne escolher para cada preparo

Definitivamente, não é qualquer corte que combina com todos os preparos. Dessa maneira, confira agora o melhor corte para cada tipo de preparo:

  • Para assar: rosbife, bisteca com osso, miolo de alcatra, picanha, maminha, coxão duro ou mole, lagarto, patinho e ponta-de-costela.
  • Para refogar: cupim, acém, bisteca, patinho, fraldinha, capa de filé e filé de costela.
  • Para ensopar: além dos que servem para refogar, entram rabo, tutano, ponta de agulha, aba de filé, peito e carne moída.
  • Para fritar: contrafilé, patinho, coxão mole, alcatra e filé mignon.

 

Tipos de cortes bovinos

Picanha

Chamada de tapa de cuadril (espanhol) ou cap of rump (inglês). Parte macia, mais marmorizada e com capa de gordura. É de fácil preparo e muito suculenta.

É própria para churrascos, podendo ser assada inteira ou em postas no espeto ou na grelha. É boa para assados, bifes ou carne de panela. É importante prepará-la com a gordura para que o sabor e maciez fiquem mais acentuados, podendo-se retirá-la na hora do consumo.

Lembre-se que a picanha pesa em média entre 1 kg e 1,5 kg, portanto se você encontrar picanhas maiores à venda saiba que na verdade há uma parte de coxão duro que não foi separada do corte sendo vendida junto.

 

Contrafilé

Também conhecido como lombo, lombo desossado, filé curto, filé de lombo ou filé. É chamado de contra filé pois na carcaça do bovino este corte situa-se “contra” o filé mignon, ou seja, estão apenas separados pelas vértebras lombares.

Pode ainda ser chamado de bife angosto ou bife de chorizo (espanhol), faux-filet (francês). É uma carne macia, de sabor acentuado e que por sua camada de gordura na lateral mantém a umidade da carne. Ideal para bifes de chapa, estrogonofe, grelhados, rosbife, medalhões, churrasco, grelha e assados.

Deve ser servido mal passado ou ao ponto, e assado em alta temperatura para que não enrijeça. Prefira pedaços de contra filé com gordura uniforme.

 

Filé de Costela (Noix) / Entrecote :

Pode ser conhecido como entrecote e charneira. Pode ainda ser chamado de bife ancho (espanhol) ou entrecôte (francês). Este corte em especial, quando apresentado com osso, é chamado de bisteca ou chuleta.

É uma carne muito saborosa, suculenta e macia. Tem fibras mais curtas e rijas, sendo utilizado principalmente para churrasco ou na grelha, ou como carne cozida com legumes, assados, refogados e picadinhos.

 

Capa de Filé

Um corte localizado sobre o contra filé ou filé de costela na porção torácica. Com textura desigual e grande quantidade de nervos, precisa de cozimento mais longo, pode ser usado em ensopados, refogados, assados, churrascos, preparo na grelha e picadinhos.

 

Cupim

É a porção de fibras musculares entremeadas de gordura situadas logo atrás do pescoço de bovinos de raça zebuína ou seus cruzamentos.

É saboroso e muito usado em churrasco. Mas exige um longo tempo de cozimento. Tem sabor característico e paladar agradável. Deve sempre ser cozido lentamente, podendo ser assado enrolado em várias camadas de celofane especial para culinária que distribui o calor uniformemente e promove o cozimento da carne em seu próprio suco.

Outra forma de preparo é o cozimento em panela de pressão, bem temperado ou apenas com sal.

 

Rabo

A famosa rabada. Chamado de rabo (espanhol), queue (francês) ou tail (inglês). É uma carne com osso muito saborosa, excelente para ensopados e cozidos. Pode ser preparado em pedaços, cortando vértebra, ou numa só peça.

 

Alcatra

Um dos cortes mais versáteis do boi. Uma peça inteira mede 80 cm e contém cinco tipos de carnes. São elas: picanha, maminha, baby beef, tender steak e o top sirloin. Todos muito saborosos, se cortados corretamente (contra as fibras). A alcatra é macia e tem pouca gordura, sendo ideal para bifes, refogados, assados e ensopados. Fica excelente no churrasco, tanto no espeto ou em bifes grossos na grelha. Evite cortes finos pois a carne poderá ressecar. É considerada “A Rainha das Carnes”, de onde sai a maminha e a picanha. Deve ser servida ao ponto ou mal passada

 

Miolo da Alcatra

Chamado também de coração de alcatra ou centro da alcatra.

Chamada decorazón de cuadril (espanhol) ou eye of rump (inglês). O corte conhecido como baby beef provém do miolo da alcatra.

 

Filé Mignon

Ideal para bifes, como tournedor, medalhão, escalope, estrogonofe e também para rosbifes, assados, refogados e picadinhos. Fica bem acompanhado de vários tipos de molhos.

Pode ainda ser chamado de lomo (espanhol), filet (francês) ou tenm aproximadamente 2 kg. Tem sabor adocicado e menos acentuado que a alcatra e o contra filé, é suculento e tem pouca gordura.

 

Acém

Também conhecido como agulha, lombo de agulha, alcatrinha, lombo de acém, lombinho de acém e tirante. É o maior e mais macio pedaço do dianteiro do boi, sendo uma carne relativamente magra que deve ser cozida por calor úmido. O acém rende ótimos ensopados, picadinhos, assados, cozidos, carne moída, refogados e bifes de panela.

 

Braço ou Paleta

Dá bons molhos e ensopados, ótimo para carnes de cozimento mais longo e para moer.

 

Peito

 

Parte do dianteiro do boi constituída de músculos e fibras grossas e compridas. Necessita de cozimento longo em calor úmido.

Pode ser usado em cozidos, caldos, sopas, refogados, enrolado com temperos e assado na panela com molho.

 

Coxão Mole

Com fibras curtas e macias, é um corte macio que fica bom em assados, ensopados, picadinhos, escalopes, milanesas, bifes finos e enrolados, ou então moída para refogados e molhos.

Também conhecido como chã de dentro, chã, coxão de dentro, polpa e polpão.

 

Coxão Duro

Conhecido como coxão de fora, chandanca, posta vermelha, perniquim, lagarto plano, lagarto chato, lagarto vermelho, chã de fora ou lagarto atravessado.

Com fibras mais longas e rijas e gordura concentrada na parte externa, exige cozimento lento, sendo ideal para assados de panela, rosbifes, carne recheada, cozidos ou utilizado moído em molhos e refogados.

 

Maminha

Parte mais macia da alcatra, é suculenta e tem sabor suave.

É boa para assados,churrasco ou na grelha, carnes de panela ou bifes servidos bem passados, pois tem maior teor de gordura.

Deve ser cortada de forma correta, ou seja,contra as fibras, para acentuar sua maciez e sabor.

 

Patinho

Menos macio que a alcatra, é usado para bifes à milanesa e preparações de carne moída crua – como o quibe e o steak tartar, ou então moída e cozida em refogados, molhos, bifes e assados.

A parte inferior do patinho é um dos melhores cortes para escalope. Ideal também para picadinhos como o boeuf bourguignon (de origem francesa), goulash (origem húngara) ou spezzatino (origem italiana).

Cortado em fatias transforma-se em um dos melhores escalopes que se pode conseguir do boi.

 

Fraldinha

Ou de aba de filé. No corte de costela minga, a fraldinha é a ponta com carne. Conhecido como vacio (espanhol). Parte constituída de feixes musculares mais grossos e longos, é um corte muito saboroso que fica bom em ensopados, picados, cozidos, carne moída, carne recheada, carne desfiada (carne louca), caldos e sopas.

Pode ser assada em churrasco ou na grelha, devendo ser cortada em tiras grossas.

 

Ponta de Agulha

Considerada a “rainha das churrasqueiras”, sendo uma carne muito saborosa para churrasco.

Deve ser cozida por tempo longo, distante do braseiro, para amaciar suas fibras.

É também conhecida como capa do bife, é a parte inferior da caixa torácica do bovino,tendo portanto ossos mais finos e bastante cartilagem entremeada com gordura.

Fica muito bem em assados, ensopados ou sopa.

 

Músculo

Bom para molhos, ensopados, sopas, carnes de panela e cozida.

 

Pescoço

Continuação do peito, tem formação muscular semelhante ao mesmo. Por ter estrutura muscular semelhante à do peito, pode ser usado nos mesmos tipos de pratos. Necessita de cozimento longo em calor úmido.

Pode ser utilizado em sopas, guisados, cozidos, caldos, refogados, ensopados, enrolado com temperos ou assado na panela com molho.

 

T-Bone

É um corte especial de lombo, feito através de seções transversais do músculo com osso.

O T-bone tem parte final do contra filé de um lado do osso e a parte central do filé mignon do outro.

É uma carne muito saborosa, macia e entremeada de gordura.

 

Matambre

O matambre tem seu nome originado do espanhol “mata hambre”(mata a fome), pois quando um bovino é abatido a primeira peça de carne que se retira é esta “manta” que envolve a costela.

Quando se compra costela, o matambre é a tira de carne de cor rosada que a envolve, e que deve ser preparada separadamente.

Pode ser preparada na grelha ou no espeto, cortada em tiras finas e servida como aperitivo para o churrasco.

Outro preparo excelente é enrolar o matambre e recheá-lo com legumes, linguiça e ovos.

 

Costela

Você pode conhecer como costela do dianteiro, ripa de costela ou assado. É a parte superior da caixa torácica do bovino, tendo ossos maiores e mais largos. A costela é o corte com maior variedade de sabores, texturas e aromas.

Exige um tempo de cozimento mais longo, para amaciar suas fibras.

É utilizada principalmente para churrasco, ou então para o preparo de carne cozida com legumes. As carnes preparadas com osso tem sempre um sabor muito especial.

 

Ossobuco

Possui, no centro, osso com tutano que, submetido a cozimento lento, fornece pratos com molhos de muito sabor.

Pode também ser usado em sopas e cozidos, produzindo caldos saborosos e gelatinosos.

Também conhecido como músculo duro, músculo de segunda, músculo da perna e canela. Quando cortado com osso é chamado de ossobuco.

 

Conheça as melhores receitas para aproveitar seu conhecimento sobre os cortes de carne

 

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

Ver arquivo

36 respostas em “Dicas sobre cortes de carne bovina”

Fantástico!!! Bela explicação,garanto a vc que muita gente,ficará agradecidíssima,principalmente eu,que desejo fazer o curso de gastronomia.

Ca adorei este post porque confesso, tenho a maior dificuldade do mundo para entender os cortes de carne… ou melhor tinha! rs, agora sim vou saber comprar a carne certa para fazer.
bjs Fabi

Adorei a matéria. Comi “vacio” na Argentina e nunca soube a qual parte correspondia. Fiquei fissurada no sabor. Agora sei que é a fraldinha divinamente assada na grelha…maravilhosa!!!

Que maravilha. Quando eu vou ao mercado preciso levar o maridão e fico perguntando : O que eu posso fazer com essa carne? Agora não preciso mais fazer isso né ? Obrigada!

só uma dica procure por carnes de açougue que geralmente trabalham com carne fresca.
mercado trabalham mais com carne embalada que contem muita química e que são cancerígenos.
muito cuidado.

Acabei de conhecer seu blog e já me apaixonei menina!
Achei ótimas as receitas, essas dicas dos cortes em bovinos salvei para imprimir e colar em meu caderno de receitas para acertar na compra da carne!
Além disso, as fotos são muito boas (que torna tudo muito atraente e no caso das receitas já dá vontade de ir na mesma hora para a cozinha!), e você é muito bem humorada, o que dá um toque ao seu blog e torna a leitura das receitas mais alegres!
Parabéns!

Aprendi muito com esse post. Agora, quando eu for comprar carne com minha mãe no açougue, vou saber pra quer serve cada coisa.

E tenho certeza que esse post vai me ajudar muito nesse semestre da faculdade.

Parabéns , chef!

Olá, sou sua fã,

Vou fazer meu níver(42 aninhos) junto com bodas de meus queridos Pais (52 casados), no meu jardim de casa. Pretendo servir, aperitivos/salgados assados, pois sou eu mesma q vou fazer tudinho e não quero ficar com cheiro de frituras. Poderia me dar dicas? E quanto tempo posso deixá-los na geladeira prontinhos prá serví-los?
Não tenho experiência em cobertura de bolos, apesar de ficar encantada com os seus, aqui em Alagoas é difícil curso decoração de bolos. Bem, devo cobrir os bolos (quero fazer de andar) com ganache branco (fracionada harold), e é do mesmo jeito q o preto, depois de derretido no microondas, ainda morno, coloco o creme de leite? Fica meio durinho como pasta americana? Se sim, o que devo colocar mais em cima prá ficar bem bonito? Vendem umas florzinhas comestíveis, fica legal colocá-las, ou brega?
Gostaria tanto de agradar meu Pais, familiares e amigos nessa data, vai ser uma surpresa prá meus Pais! rsrsrsrs…
Muito obrigada pela atenção, parabéns pelo sucesso e simpatia!
Abraços,
Patrícia

amore, mil desculpas, mas não sei qnt tempo dá para os petisquetes ficam na geladeira sem ficar esquisitoe sou péssima com bolos e coberturas :-/

olá eu não sei se é novo o corte mais vi no mercado “aranha da alcatra” o que seria isso ? e o que poderia ser feito com ela será que você saberia me responder? bjus adorei o post

Boa noite, acabei de ver no mercado um corte chamado de Aranha, pode dizer de qual parte do boi e qual a melhor forma de prepara-lo.
Bjos…

muito bom a dica.
só oriente as pessoas a comprarem em açougue que geralmente as carnes são frescas .
os mercados geralmente trabalham com carnes embaladas que contem muitos produtos químicos e podem prejudicar a saúde dos consumidores futuramente !!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.