Categorias
comemos por aí

nem só de vinho e carne se faz a argentina

unnamed-(1)

dizem por aí que se come mal na argentina, que só se salva a carne e o vinho. pois bem, pedi licença para a minha amada colunista Rapha e resolvi vir aqui mostrar que voltei com uma impressão bem diferente e com aquela vontade de voltar de novo e de novo. eu não poderia começar a falar de Buenos Aires sem começar pelo café da manhã, aí, aí… começar o dia assim, faz a felicidade te acompanhar até o anoitecer!

como não voltar pra casa desejando tostadas com manteiga derretida e uma bela camada de doce de leite?  E os amantes de café e derivados devem ficar bem felizes por lá, já que em sua maioria são fortes e encorpados.  sem contar que é uma delícia entrar naquelas cafés com anos de história e ver como o ritmo desacelera quando está lá dentro! vale muito a pena conhecer o Café La Poesia, um café cheio de moradores do bairro, com preços honestos e com um dos melhores cafés da manhã que tomei na vida!!!

e o que dizer dos “botecos” argentinos? tem coisa mais gostosa do que sentar e ver o movimento da cidade? e sim, você vai beber cerveja, daquelas em jarra, baratinhas e gostosas.

e quando digo que não é só de vinho que se faz a argentina, posso dizer com toda a segurança que o rafa se divertiu bem mais com suas experiências cervejeiras.  e ele manda avisar que não desmerece os vinhos que são maravilhosos, mas porque não sair do óbvio?

e se você quer ter uma noite incrível reserve um dia para conhecer a Beer House Experience! a casa só funciona com reservas e quando você entrar pela pequena e discreta portinha, uma espaço super agradável com poucas mesas te espera. e a proposta é a seguinte: menu de entrada+prato principal + sobremesa e cervejas artesanais, preparadas lá mesmo e à vontade!!! eu não bebo cerveja, mas me deliciei com pratos surpreendentes como o hambúrguer de cevada, o risoto de cevadinha e o tiramisu feito com cerveja! o atendimento é feito pelo próprio dono Martin Boan que é extremamente simpático, prestativo, te explica cada prato e te apresenta as cervejas com todo o orgulho. sim, meu marido quis voltar todas as noites depois dessa, mas buenos aires ainda reservaria 2 surpresinhas…

decidimos nos render ao clichê carne + vinho e optamos pelo Don Ernesto… desculpa gente, mas não tem a foto da carne mais deliciosa e macia que eu já comi ( tem gente que reclama que é sem gosto e coisa e tal… experimenta pedir o chimichurri para acompanhar, o garçom te dá até um sorrisinho de orgulho) e nem do tiramisu gigante (e bem alcoólico)… a fome era grande, tava tudo gostoso, a conversa fluindo solta, que só lembramos de registrar o momento mais divertido: se você for lá você TEM Q deixar seu nomezito escrito!!! o nosso tá lá, pequeninho, mas tá!

e se você acha que acabou, na na não… na argentina tem hambúrguer sim senhor e gostoso!!! então anota ae: vou dar um pulo num pubzinho maneiro, que também fabrica sua própria cerveja e toca uma música bacaninha e ele se chama Breoghan!!!

e claro, ainda tem vários clássicos e super conhecidos bares, mas desses a gente nem precisa falar né? ah, todos esses lugares que citei ficam em San Telmo, que definitivamente se tornou o nosso bairro perferido <3

ps1: sim, vale muuiitttooo a pena comprar uns vinhos por lá e trazer na mala…

ps2: faça um carregamento de Vaquitas, traga pra casa e seja feliz!

ps3: se você for viajar pra argentina faz um favor pra essa sua amiga? traz um Jorgito desse de açúcar por fora? é apenas O MELHOR alfajor que existe!!!

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

Ver arquivo

4 respostas em “nem só de vinho e carne se faz a argentina”

Quando eu fui a Buenos Aires confesso que fiquei com um certo receio de San Telmo. Já tinha lido em vários blogs que não é um bairro muito seguro pra turistas e quando estava por lá vi um casal de brasileiros consternados por ter tido seus pertences roubados. Queria saber sua opinião, Cami. Vocês se sentiam seguros por lá?

Ótimas dicas! Vou aproveitá-las na minha próxima viagem (setembro). Você tem mais alguma dica sobre as cervejas artesanais? Parece que vocês montaram um roteiro bem legal incluindo elas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.