bolo de bolo

acho que a minha primeira comida preferida vem dessa receita. eu e um montão de primos que depois da bagunça gostosa que se faz quando é criança disputávamos a raspinha que ficava na tigela ou até mesmo implorávamos para nossas mães que deixasse comer a manteiga com açúcar assim purinha. cozinhar pra mim é isso, ter referências que vem da infância, buscar sabores que me lembram momentos bons, construir histórias com gosto e cheiro.


o naminhapanela, não por acaso, é cheio de lembranças de família, quase uma biografia contada em forma de receitas. e esse bolo com certeza tem uma parte importante na história de cada tia, primos e da minha mãe e irmã.  e ela é tão especial porque além de ter feito parte de vários domingos ao longo das nossas vidas era a comida preferida da minha avó. mulher guerreira que teve 8 filhas, saiu da roça, veio pra cidade grande, viu a família triplicar e resolveu ser leve, doidinha e feliz. uma senhorinha que adorava andar por aí rodando sua saia e que não saía de casa sem antes de passar seu batom e que hoje está dançando serelepe com os anjos fazendo a galera lá em cima se divertir a beça.

e por mais que seja uma receita simples, ela é perfeita para ilustrar esse momento de amor! e assim, deixo com vocês esse  bolo com gosto de bolo e que pra vir pra cá ganhou uma pitadinha dessa 3ª geração que pretende continuar mantendo ela na nossa história.

bolo-caseiro

você pode fazer na batedeira ou até mesmo na mão. e para começar você vai misturar beemmm 4 colheres de manteiga com 3 xícaras de açúcar e 3 ovos até que fique um creme bem clarinho. acrescente então 1 xícara e 1/2 de leite, 4 xícaras de farinha de trigo peneirada e 1 colher de sopa cheia de raspa de limão. por último faça o super truque de misturar 1 colher de sopa de fermento em um dedinho de leite e bater um tantinho para o fermento crescer, aí é adicionar na massa bem delicadamente. segundo a mamis, a massa fica com aspecto acetinado ;-)

aí é despejar a massa em um tabuleiro untado e levar em forno médio por mais ou menos 40 min ou até passar no teste do palitinho. espere ele esfriar só um pouquinho, porque vai por mim ficar tão, mas tão fofinho que ele muito quente se despedaça todo (sei porque queimei os dedinhos arrancando um pedaço).

que essa receitinha ajude vocês também a contar histórias gostosas!

ps: a receita original não leva as raspas de limão, então fique à vontade para colocar ou não…

 

 


Olha isso aqui...