Categorias
crônicas de uma dona de cozinha

“crônicas de uma dona da cozinha – uma geladeira de comercial”

você leu esse título e pensou que eu ia falar de uma super geladeira, dessas que até falam? não amores, não é do eletrodoméstico em si que vou falar e sim do seu interior.

toda vez que vejo um anúncio, um comercial, fico babando naquela organização, naquelas cores estrategicamente organizadas e fico sonhando que a minha ficasse assim sempre. vocês conhecem alguém que tenha uma geladeira assim? sério? não é possível gente!

você fez uma comidinha, sobrou, você tá com preguiça de colocar nos seus potes fofos, leva a panela para a geladeira,  e pronto, ela já ficou meio esquisita. e quando o pote de geleia tá na metade? a caixa de leite aberta? o refrigerante pela metade? qual o glamour que existe nisso? e por aqui que ainda rola filme fotográfico numa gaveta da porta (sim amores, geladeira de fotográfo tem dessas coisas).

e vai chegando o fim do mês, vai acabando tudinho, o seu freezer vira o polo norte, a geladeira faz até eco e ela pode ser linda por fora, mas não haverá beleza que resista a uma geladeira com uns pedacinhos perdidos de alguns queijos, potinhos de sobras de comida e embalagens quase vazias de qualquer coisa…

mas aí vem o dia da inspiração (geralmente naquele dia que você caprichou no mercado)! nesse dia você organiza tudinho lindamente, pensa nas cores que combinam, pensa onde é correto colocar cada coisa, fica tão bonito que você até tem vontade de abrir a danadinha o tempo todo só para se sentir em um comercial de margarina… pena que ela não resiste aquele café da manhã apressado, aquele potinho com a comida que sobrou do jantar, com aquela embalagem aberta que deveria ter seu conteúdo passado para um refratário mas fica na embalagem mesmo (atire a primeira pedra quem nunca fez isso).

e assim, continuo com o devaneio de ter uma geladeira de comercial, pena que ela não resistiria a vida real…

Por Cami

A cami cuida de toda a curadoria de conteúdo, concepção de receitas, estratégia digital e do food styling do naminhapanela. E tem sempre uma receita de família para testar e trazer por aqui.

6 respostas em ““crônicas de uma dona da cozinha – uma geladeira de comercial””

Hahahaha… eu odiava a geladeira da minha mãe, porque era sempre assim, uma zona, e pensava que quando tivesse a minha casa seria tudo diferente, tipo a da margarina. Até mesmo porque eu me inspirava na geladeira da casa do meu primeiro namorado, que a avó dele arrumava linda assim.
Mas quando me casei, a promessa de nunca por a panela na geladeira foi pro brejo, e a minha fica assim mesmo tipo a sua. Ainda acho um pouco melhor que a da minha mãe, que é meio escura e estranha na minha opinião, mas mesmo assim não tem nada de propaganda, não mesmo! kkkk

“Colé” amiga…essa geladeira dos sonhos, se existir ,deve ser lá onde eu quero morá…num comercial “du Guverno du EstádaBahia”…é o Jardim du Édem…segurança, saúde, paz de espírito, educação, mérenda escolar, rango di montão, bebida nem si fala, água prá mais di dez sértões, só num arréparei si tem dessa geladeira, mais cum cérteza déve di tê!!!!!!!!!!!!

Eu tenho pavor a geladeira bagunçada… aqui em casa mantenho a minha arrumada, até porque fico fora o dia todo e quase nao faço refeições em casa, quando meus pais chegam, de fim de semana, vira uma zona….. eu arrumo umas 4 vezes no fim de semana que eles estão aqui! hahahahahaha
Maníaca!!!

Ai Ai Ai….falando em geladeira, eu até me organizo na minha, mas quando o maridão vem com a cerveja dele, coitado, nunca acha espaço, pra mim a geladeira ideal deveria ser dividida no meio, comida pra cá e bebida pra lá, pra ninguem bagunçar os meu potinhos….kkkkk

O negócio é a correria do dia a dia. Quem gosta de manter tudo arrumado, vai se ajeitando daqui e dali. Não fica 100%, mas também não fica nada desesperado ou tão horrível assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile