suflê de mandioquinha

eu já declarei meu amor por suflê né? mesmo que ele dê uma murchada na hora das fotos e não fique tão lindão como fica logo que sai do forno, com certeza, é uma receita que sempre vale a pena trazer para cá…

essa versão de mandioquinha ficou deliciosa e levinha… e para dar um Q diferente, em vez de colocar o queijo na massa, coloquei por cima e ficou um gratinadinho maravilhoso…

bora pra receita né?

geralmente eu asso a mandioquinha em vez de cozinhar na água, isso porque acho que fica mais saborosa e fica mais consistente… e para essa receita, assei 400g de mandioquinha (ou batata baroa). e eu faço assim: embrulho individualmente cada uma com papel alumínio e levo ao forno em temperatura média até que ao espetar uma faca, ela esteja bem macia.

para o suflê é aquele esquemão: refogue 1 cebola média em 3 colheres de sopa de manteiga até que fiquem transparentes. desligue o fogo e misture 1 xícara de leite, 3 gemas e 3 colheres de sopa de farinha. volte ao fogo e misture sem parar até que se forme um creme bem grossinho.  já fora do fogo misture o purê de mandioquinha, um tanto de cebolinha picada e por último 3 claras em neve. misture delicadamente e despeje a massa em um refratário untado.  por cima, salpique um pouco de queijo parmesão e leve ao  forno em temperatura média por aproximadamente 1h ou até que você obtenha uma casquinha mais dourada…

o ideal é comer assim que tirar do forno, mas não fique triste se ele murchar, isso é normal, um pouco triste, mas normal, rs…


Olha isso aqui...