torta de bacalhau

para mim bacalhau também é comida para datas não marcadas… para almoço de domingo com a família, para um jantarzinho com o marido ou com os amigos e a vantagem disso é que você consegue comprar o peixe por preços mais baixos do que no final do ano ou semana santa…

esse aí fez sucesso, tinha que ver, foi devidamente devorado por 2 monstrinhos até não sobrar nem um pedacinho de cebola e é fácil, fácil…

o que é essa casquinha douradinha minha gente? para quem gosta de bacalhau, eu aviso, vocês TEM que testar essa receita… mas fiquei pensando que ela também super combina com um frango desfiadinho né?

mas vamos a receitinha. comecei dessalgando cerca de 1kg de bacalhau já desfiado. naquele esquema, deixando de molho dentro da geladeira algumas horas e depois fervendo, substituindo a água se necessário. quando o bacalhau já estiver no ponto que você acha q está bom, você vai retira-lo da água, sem descartá-la. nessa mesma água, você vai cozinhar 6 batatas grandes até ficarem bem macias. enquanto isso, você vai cortar 2 cebolas grandes (eu usei a roxa) em rodelas fininhas e vai refogar a mesma no azeite, até ficarem bem macias. adicione a elas o bacalhau e se gostar, azeitonas e reserve. aí vai ser amassar bem as batatas, misturar 2 colheres de sopa de manteiga, adicionar uma pitada de noz moscada e pimenta moída  na hora. adicione a essa purê o bacalhau refogado e disponha o mesmo em um refratário untado com manteiga e enfarinhado com farinha de rosca. por cima, espalhe 1 copo de requeijão até que cubra todo o purê. por cima, eu ainda salpiquei um temperinho que tenho usado muito, uma mistura de cebola, salsa e alho desidratado… dá um toque tão gostoso na comida! levei ao forno em temperatura média só para gratinar e ficar bem douradinho por cima.

pode parecer papo da dona da receita, mas na boa, essa com certeza será repetida em almoços de família!


Olha isso aqui...