arroz à piamontese fácil

depois que aprendi a fazer esse tal de arroz à piamontese volta e meia marido me pede (mesmo que seja numa segunda preguiçosa) ou então sou escalada nos eventos de família para fazer super panelas. mas admito, eu adoro!!!

toda vez q saía para comer fora, o arroz a piamontese sempre era o escolhido, mas na boa, depois que aprendi a fazer fica mais difícil comer os da rua pq cismo que tem um gostinho de maizena no fundo. e como é super prático não passo vontade, pintou aquele desejo corro para minhas panelas e faço linda meu arrozinho…

para começar você precisa fazer o arroz do jeito que você sempre faz, seja ele refogado com cebola, alho ou só sal mesmo. o importante é que ele não fique papado all right? na verdade se ele ficar um pouco durinho até melhor. e olha, vale aquele arroz q vc fez ontem e sobrou, rs…

para essa receita usei 2 xícaras e meia de arroz (medindo ele crú ainda) e refoguei com bastante alho poró e um fio de azeite e não coloquei sal, pq deixei para salgar na hora da mistura. arroz pronto? reserve!

numa panela maior do que a você fez o arroz você vai refogar 1 cebola grande cortada em cubinhos com 1 colher de manteiga bem cheia, quando a cebola já estiver transparente você vai colocar o arroz e mistura-lo bem ao refogado. agora você vai adicionar leite até que cubra o arroz e vai deixar levantar um pouco de fervura. abaixe o fogo e adicione uma boa pitada de noz moscada, 150 a 200g de queijo mussarela ralado e eu ainda completo com 50g de queijo parmesão também ralado. misture bem para o queijo ir derretendo mas sem grudar no fundo da panela e então adicione 1 caixa de creme de leite (200ml), veja se está bom de sal e vá misturando bem até que ele engrosse e fique bem cremoso… ele precisa ser servido imediatamente após ficar pronto, ainda super quente para manter a textura cremosa.

mas se demorar muito pra servir ou se sobrou e você guardou na geladeira para o dia seguinte, não se preocupe por ele estar ressecado, basta você adicionar um tantinho de leite  para ele voltar a ficar cremosinho…

isso é o que eu chamo de confort food, hummm….

PS: obrigada montanheiro que gentilmente fotografou esse prato para o naminhapanela!!!

PS2: dá uma olhada no vídeo aqui.


Olha isso aqui...