Seco ou suave? Questão de gosto!

Caros amigos, depois de um hiato enorme, peço desculpas a todos e digo que fico! E para marcar o meu retorno, que tal um tema que certamente você já questionou. Mas, afinal, qual a diferença entre vinhos secos e suaves? Em geral, vale ressaltar logo de cara que vinho suave, raramente é de boa qualidade. Os bons apreciadores de vinho, nunca optam por um suave.Mas gosto não se discute, não é mesmo?

Discriminações à parte, o vinho doce, já foi bem vindo, principalmente na introdução de nossas vidas etílico-universitárias. Atire a primeira rolha, digo, pedra, quem já não se embebedou com aqueles vinhos bem baratinhos em garrafas de plástico (argh!) ? Ou mesmo aqueles de garrafão de cinco litros ? Pois é. Eu diria que Eles foram o começo de tudo, quando o bolso tilintava com poucas notas e moedas e só restava esta opção. Mas com o passar dos anos e da vida profissional, a gente vai adquirindo novos hábitos e tendo preferências por produtos melhores, e nesta hora, para não fazer feio, somos apresentados ao vinho seco.

Mas qual a diferença? É só o açúcar? Não! O vinho suave, geralmente é um vinho de qualidade inferior, elaborado a partir de variedades de uvas comuns (Concord, Herbemont, Isabel, Seyve Willard, Niágara, etc.) de espécies americanas (Vitis labrusca, Vitis rupestris, etc.). Já o vinho seco é feito a partir de variedades de uvas nobres (Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Pinot Noir, Merlot, Chardonnay, Riesling, Sauvignon Blanc, etc.) da espécie européia (Vitis vinifera). O vinho seco possui baixo teor de açúcar, natural da fermentação, com menos de cinco gramas por litro. Já o suave contém açúcar, com quantidades superiores a 20g/litro. Ambos podem ser branco ou tinto. Mas atenção, nada de comparar vinho suave com o chamado vinho de sobremesa, que podem ser do tipo vinho do Porto. Mas isso é conversa pra outra postagem!

Enfim, nada impede que, se você gosta de vinhos adocicados, que continue com sua preferência. Tenho uma amiga, a publicitária Taciana Antunes que consegue apreciar os dois tipos! E ela assume: é louca por vinhos suaves e se considera uma pessoa sem preconceitos e super flexível!

Já existem vinícolas que produzem um bom vinho suave, que contenham uma mistura de vários tipos de uvas, com bem menos açúcar. E o preço é bem em conta e pode ser encontrado em supermercados e delicatessens. Mas, vale mesmo, é começar a tentar experimentar e arriscar novos sabores de vinho tinto seco, de boa qualidade. Tem medo de não gostar? Você pode começar tomando um demisec, que é um intermediário. Ah, e não esqueça! Sempre acompanhado de queijos duros, carnes vermelhas e peixes como salmão ou atum! Para não errar, comece tomando um vinho tinto das uvas Syrah, Cabernet Sauvingon, ambos tintos ou um Chardonnay (branco), que agradam sempre! Até a próxima!

30 comentários
  • Luiz
    dezembro 4, 2011

    O vinho é saude.

  • Leo
    dezembro 5, 2011

    OK eu confesso, na universidade era só vinho doce. Haja enxaqueca no dia seguinte. Tem uma pesquisa que revelou que o vinho serve como prevenção e tratamento da inflamação da gengiva. Fica a dica.

    Parabéns pelo artigo!

    • cami
      dezembro 7, 2011

      hahahahahhahahahaha

  • Rê Benetti
    dezembro 5, 2011

    Eba!!! Que bom que você fica!! =)

    Adorei o post…
    Pra mim vinho doce=faculdade sem grana – todo mundo passa por essa fase triste, rsss…

    Brincadeiras à parte…, eu sempre gostei de vinhos mais adocicados, até conhecer meu marido e ele me apresentar os secos e mais encorpados… com o tempo fui me acostumando e hoje adoro um vinho para acompanhar uma boa comidinha. Vinhos doces fazem parte do meu passado!!

    Bjinhos,

    • cami
      dezembro 7, 2011

      o rafa não pode nem ver vinho doce, hahahahahahaha

  • Patricia Ferreira
    dezembro 5, 2011

    Eu adoro vinho mas, não entendo nada. :(

    • cami
      dezembro 7, 2011

      mas aqui vc vai aprender, vc vai ver!!!

  • Taciana
    dezembro 8, 2011

    Lu, gostei do post. A dica é essa mesmo: tomar os demisec para ir acostumando o paladar. E tomar os suaves sem preconceitos! Tem espaço para tudo! Beijos, Antunes

  • Luciana Torreão
    dezembro 8, 2011

    OI, pessoal, que bom que vocês gostaram do artigo! Aproveito para saber quais as dúvidas de vocês, assim podemos sempre falar dentro dos assuntos que possuem interesse ou desconhecem e querem saber um pouco mais.

  • luiza
    julho 9, 2012

    Só bebo água e sucos, mais adorei saber um pouco sobre a diferença entre eles e suas origens.

  • deiz
    agosto 21, 2012

    Gostaria de saber se para fazer comida tipo risoto o vinho tem que ser seco,ou pode ser suave?Branco ou tinto?obrigada!

    • cami
      setembro 4, 2012

      geralmente uso vinho branco…

  • Cristiane Faria
    outubro 31, 2012

    Vou confessar, realmete meu negócio era vinho doce, doce mesmo! Com o tempo fui apreciando uvas viniferas, vinhos encorpados….. O vinho fez eu educar meu paladar, não consigo tomar mais vinhos doces nem de mesa, já tentei, mas não dá.

  • Mauricio
    novembro 25, 2012

    Não consigo gostar de vinho seco.Gosto muito do suave.
    Procuro comprar qualidade baseado em preço,porque não tenho maior conhecimento.
    Alguem me indicaria um bom vinho suave ?
    Tambem,se souber,o vinho suave ,tomado moderadamente,tem algum inconveniente em relação a saude,numa pessoa normal ?
    Obrigado.

    PS:agradeço respostas tambem em meu mail”mauriche@uol.com.br”

  • Alexandre
    dezembro 24, 2012

    Definitivamente passei a tomar vinho secos por causa de um amigo fisico-filosofo meu. Adorei a novidade realmente os vinhos secos são melhores e aqui na minha cidade (Petrolina -PE) temos vinhos secos maravilhosos.

  • huanna
    fevereiro 5, 2013

    adorei a dica

  • Edilson Santos
    fevereiro 12, 2013

    Encontrei seu site meio que por acaso, mas achei interessante. Vou “favoritar” e ficar acompanhando, sou iniciante no vinho, apenas uns poucos rótulos e sabores, mas com “sede”(rsrs) de aprender e apreciar novos sabores. Parabéns pelo post e pelo site. Vou seguir sua dica e começar pelos mais ” simples”.

  • josemar de medeiros batista
    março 29, 2013

    Sou um apreciador de vinho seco, de preferencia cabernet – franc – merlot (associados) que suavisa mais, mesmo morando em uma cidade quente, Patos – pb. Petrolina exporta vinhos, que não faz inveja aos da California, Europa e America do Sul, vamos valorizar o Nordeste, o Cabernet, é a única cepa que desobstoi um trombo, baixa o colestrerol total, a glicose, e ainda é afrodisiaco, mas o consumo exedente, dá uma ressaca danada, o que prescisa no vinho de Petrolina é tirar o nome Carrancas, é historico, mas não é nome de vinho

  • NEA GOMES
    abril 24, 2013

    eu estou tomando o famoso santomé só que me disseram que vinho faz bem para a saúde principalmete para o coração e colesterol, só que eu só tomo vinho suave 1/2 taça por dia, se eu estiver errada por favor me avise obrigada.

  • ISAIAS GIRARDI
    junho 22, 2013

    Sou brasileiro (catarina), de origem italiana, e o gosto pelo vinho já vem bem cedo. Estive três vezes no norte da Itália e lá conheci dos bons vinhos secos, dos mais qualificados…Qualquer visita em família não se oferece café (costume brasileiro), mas um bom cálice de vinho.
    Vejam o que se diz por lá, em dialeto trentino, quando se trata de um momento de lazer:
    “Si doman fà bel, narén sul castel. Ma si piovesina, narén tutti zô in cantina”.
    Traduzindo: “Se amanhã for um dia bonito, subiremos ao castelo. Mas se o dia garoar (chuvinha), desceremos todos para a cantina”.

  • Elizama Pimentel
    agosto 19, 2013

    Adoro vinho seco.Só tomei vinho suave(argh!) até o dia em que conheci o seco.

    Adoraria conhecer, nem que fosse um pouquinho sobre vinho, pois é algo que muito me interessa.

  • salesiana
    setembro 9, 2013

    Ah…admito que vc acabou com uma das minhas maiores duvidas amo vinho é a única bebida alcoolica que gosto ,,,, e já experimentei várias… quero muito fazer um curso de degustadores mais ainda haverá tempo ..obrigada

  • Gomes
    outubro 21, 2013

    Tomando vinho Santomé vc ficara doente. Fuja.

  • Hudson
    dezembro 28, 2013

    É verdade, já bebi muito vinho suave quando era bem jovem, tinha amigos que ainda acrescentravam açúcar, arg !, mas depois que se começa a apreciar os vinhos secos, mesmo os mais baratinhos na faixa dos R$ 10,00 fica impossível degustar os suaves, dá a impressão que eles são feitos com o resto do mosto da uva misturado com açúcar.

  • Custodio Jr
    dezembro 29, 2013

    O vinho suave mantém as propriedades medicinais que o seco possui?

  • francisco
    abril 12, 2014

    tomo vinho seco já faz um tempo e já estou quase viciado
    más adoro vinho suave maziero da uva bôrdo vinho otimo
    e não da dor de cabeça..

  • Nazaré Almeida
    maio 6, 2014

    Tantos comentários e a pergunta não foi respondida. Afinal pode-se cozinhar com o vinho suave, ele substitue o seco?

  • Carlos Nali
    julho 2, 2014

    valeu a leitura, boas informações…

deixe seu recadinho ;)

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *